Este texto constitui uma síntese da história do Escoural, desde os mais remotos vestígios de ocupação humana, ocorrida no Período Paleolítico, até ao centenário da sua elevação a vila, ocorrido em 2016.

Leia Mais

Testemunho centro de Documentação do Museu do Aljube Resistência e Liberdade

Leia Mais

"Casquinha, 17 anos, e "Caravela", 57, foram mortos pela GNR numa herdade que fora retirada à cooperativa. Quase quarenta anos depois, no Escoural há mais interrogações do que respostas."

Leia Mais

Nos anos 50, Santiago do Escoural tinha quase 6 mil habitantes. Hoje, tem 1700. A história de um cinema que era sempre casa cheia e hoje está em ruínas, a lembrar que, nesta terra, o tempo das luzes da ribalta acabou. E a história do seu projeccionista, um homem de negócios muito organizado chamado Saragoça... Noticia Jornal Publico 30 de Agosto de 2007

Leia Mais

A proposta aqui trazida à discussão foi elaborada no âmbito de um estágio inserido no Gabinete do Programa do Castelo, promovido pela Câmara Municipal de Montemor-o-Novo. Trata-se do esboço para um programa de intervenção e recuperação do património edificado partindo da legitimação do valor patrimonial do núcleo do antigo Lagar de Azeite - “Lagar do Pomarinho” - sito em Santiago do Escoural. Subjacente a esta formulação surge a proposta de refuncionalização e musealização deste lugar enquanto espaço definido pela sua vida social, integrando a comunidade, o indivíduo, o espaço humanizado e edificado e o campo da memória social.

Leia Mais

A Casa Branca nos Estados Unidos é conhecida por ser a residência oficial do presidente. Em Portugal, a Casa Branca do Escoural é conhecida pela estação de comboios e, antigamente, pelas bifanas.

Leia Mais

Igreja dos séculos XVI e XVII, possui 15 painéis parietais, representando o Apostolado e os lendários santos bispos de Évora: São Mansos, São Jordão e São Brissos.

Leia Mais

Aqui se analisa a passagem de Filipe III por Évora e Montemor-o-Novo, em 1619, e de como esse facto estará interligado à representação da imagem de São Romão na capela-mor de São Brissos, refletindo, a propósito, sobre a importância dessa viagem nos gostos e formulários artísticos locais.

Leia Mais

Embora os fundamentos da igreja paroquial do Escoural datem de 1527, todo o seu carácter gótico / manuelino desapareceu. No início do século XX foi transformada em escola primária e posteriormente em estação de correios e telégrafos, tendo sofrido espoliação total do seu recheio sumptuário, e a modificação da estrutura arquitetónica. Em 1970 o edifício foi restaurado e reabriu ao culto em maio de 1975.

Leia Mais

Antas, cromeleques e menires, construídos entre o VI e o III milénio a. C., são testemunhos de movimentos de natureza social e mágico-religiosa que conhecemos como Megalitismo.

Leia Mais

Neste trabalho, foi feito um balanço do programa de valorização da Gruta do Escoural promovido pela Direção Regional de Cultura do Alentejo, no qual procuravam recordar o passivo deste já longo processo, refletindo sobre os motivos da frustração das expectativas iniciais, e perspetivaram, através de propostas concretas, possíveis vias para colocar este património ao serviço do desenvolvimento local.

Leia Mais

Minas de Ferro de Montemor-o-Novo é a designação usualmente dada à faixa mineralizada situada nas freguesias de S. Mateus, Santiago do Escoural e S. Brissos, no concelho de Montemor-o-Novo,distrito de Évora. Com uma extensão de aproximadamente doze quilómetros, estende-se paralela à Linha do Sul e Sudeste, desde a Herdade da Nogueirinha, a sudeste, até à Herdade da Gamela,a nordeste, compreendendo as concessões: Herdade da Nogueirinha, Herdade da Defesa e da Sala, Herdade da Serrinha, Vale da Arca, Casas Novas, Carvalhal, Herdade do Castelo, Serra dos Monges Nº2, Serra dos Monges Nº1 e Ferrarias -Herdade da Gamela-.

Leia Mais