29 Apr

Decorreu de sexta a domingo, a Primeira Edição da Festa da Esteva, uma iniciativa que contou com três dias de programação musical, atividades desportivas e comércio:

Reveja aqui todos os eventos

Foi pensado fazer uma festa diferente associada à Primavera e para isso fomos à procura de uma planta que fosse predominante, na nossa região e com um significado especial - a Esteva -.



Família: Cistaceae

A seguir ao Sargaço esta é a Esteva mais comum na nossa Freguesia!

Conta-se a lenda que quando Cristo carregava a cruz, subindo o Calvário, muitas estevas andavam por perto, floridas nos matagais. O sangue que Jesus ia deitando, causado pela pressão da coroa de espinhos, ia sendo derramado pelas estevas, representando assim as cinco manchas da flor de Esteva, as cinco chagas de Cristo.

Uma lenda dramática que é conivente com uma particularidade: floresce, por volta de abril, está em constante reprodução. 

Num dia, aparecem para morrerem no dia seguinte.

As pétalas da flor são de curtíssima duração, mas podem ser comidas e combinam bem em saladas e o mel que é feito do seu pólen é gabadíssimo pelos apicultores.

Uma Linda Flor da nossa Linda Terra!

Existem 8 géneros e mais de 160 espécies. 

Todas as partes da Esteva podem ser usadas para fins medicinais.

  • Os Pompos para os diabetes e ácido úrico;
  • As Flores e as Pétalas para a diarreia, acalmar o estômago, combater o colesterol e a fraqueza e ajuda nas constipações
  • As Sementes, para combater a iterícia, purificar o sangue, contra infeções internas e curar golpes (feridas)
  • As Folhas e a Rama,  para as dores de ossos, contra a queda de cabelo e para o tratamento das hemorroidas;
  • É também utilizada na perfumaria como fixador de perfumes. 

É também utilizada na perfumaria como fixador de perfumes.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.