O trabalho autárquico é acima de tudo um compromisso com a comunidade. Santiago do Escoural é uma freguesia com uma identidade única e que tem nas pessoas a sua mais-valia e é junto delas que desenvolvemos um trabalho de proximidade.

A comunidade é uma equipa – moradores, coletividades, clubes, associações, comércio local – onde todos contribuímos para a nossa freguesia.

No dia-a-dia, cimentamos as relações com os parceiros sociais, desportivos, económicos e culturais, e assumimos também o dever de acompanhar os nossos moradores em questões que, não sendo da nossa jurisdição, as vemos como sendo da nossa responsabilidade, tentando ajudar a resolver.

Compromisso e proximidade são a essência da missão autárquica. É um trabalho em constante desenvolvimento, sempre em construção, porque mais importante do que o que está feito, é o que ainda está por fazer. E é também um trabalho de confiança.

Informar com clareza e transparência as atividades e os projetos que o Executivo da Junta de Freguesia desenvolve na freguesia é, por isso, condição obrigatória para um serviço público de qualidade. A comunicação nas redes sociais e a disponibilização da informação e documentos da gestão quotidiana no website da Junta de Freguesia é uma das bases dessa relação de confiança entre a autarquia e os seus moradores. Porque é para a comunidade que estamos cá e é da soma de todos nós que surgem as melhores ideias, os melhores projetos e as melhores equipas!

José Manuel Geraldo

Presidente da Junta de Freguesia de Santiago do Escoural

José Manuel Salsinha Geraldo

Presidente da Junta de Freguesia

PS - Partido Socialista

Verónica Alexandra Lavado

Secretária

PS - Partido Socialista

Ana Isabel Mesquita Rosa

Tesoureira

PS - Partido Socialista

Stands Feira Franca do Escoural 2022_alteração

Stands Feira Franca do Escoural 2022

Tolerâncias de Ponto para o ano de 2022

Edital

Reuniões Junta de Freguesia e atendimento à População

Lei n.º 75/2013

Estabelece o regime jurídico das autarquias locais, aprova o estatuto das entidades intermunicipais, estabelece o regime jurídico da transferência de competências do Estado para as autarquias locais e para as entidades intermunicipais e aprova o regime jurídico do associativismo autárquico

Manuel Francisco Batinas Canivete

Presidente

PS - Partido Socialista

César Alexandre Faria Vagarinho

1.º Secretário

PS - Partido Socialista

Lucília Emerenciano Barrisco Teixeira

2.ª secretária

PS - Partido Socialista

Ricardo Jorge Grilo Vidigal

Vogal

PS - Partido Socialista

Cristina de Jesus Vagarinho Parreira

Vogal

CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV)

Carlos Alberto dos Santos

Vogal

CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV)

Luis Miguel Palaio Vidigal

Vogal

CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV)

Instalação da Assembleia de Freguesia e junta de Freguesia Mandato 2021/2025

Assembleia de Freguesia 27 de dezembro 2021

Assembleia de Freguesia 28 de abril 2022

Assembleia de Freguesia 23 de junho 2022

Assembleia de Freguesia 29 de setembro 2022

Ata de Instalação da Assembleia de Freguesia MANDATO 2021-2025

Ata Assembleia de Freguesia Sessão Ordinária 27 Dezembro 2021

Ata Assembleia de Freguesia Sessão Ordinária 28 abril 2022

Santiago do Escoural é uma freguesia rural portuguesa do concelho de Montemor-o-Novo.

Foi elevada a vila pela Lei Nº 555 de 5 de Junho de 1916, sob a designação de Escoural.

A freguesia conta com cinco aglomerados urbanos: Escoural (sede da freguesia), Casa Branca, São Brissos, Caeiras e Biscaia.

Está dotada de excelente acessibilidade, sendo atravessada e servida pela N2, e pelo caminho de ferro na aldeia de Casa Branca. A vila do Escoural é, de entre todas as sedes de freguesia rurais, a mais próxima da cidade de Montemor-o-Novo, distando dela apenas 13 km. Situa-se a 1h20m  de Lisboa de Carro ou Comboio.

Na Freguesia de Santiago do Escoural, a construção civil, o turismo e a apicultura, aliam-se à produção animal e à agricultura, como principais atividades económicas desenvolvidas. 

A potencialidade mineira da região terá sido intensamente explorada de meados do século XIX até ao início do século XX, época em que a maior parte das minas foi abandonada e a freguesia voltou a assumir o seu ritmo e características predominantemente rurais.

Excetuando as antigas freguesias de Nª Sª da Vila e de Nª Sª do Bispo (da anterior organização administrativa das freguesias), que incluem a cidade de Montemor-o-Novo, a Freguesia de Santiago do Escoural, detém o maior valor de população residente (1.047 habitantes), distribuído pela área de 138,70 km2, o que corresponde a uma densidade populacional das mais elevadas do Concelho (8 hab/km2)  (Censos 2021).

Mesmo assim, a tendência generalizada de perda populacional, manifestou-se igualmente na Freguesia de Santiago do Escoural, que entre 1991 e 2021, perdeu 888 habitantes. 

Nas eleições autárquicas de Outubro de 2021 o número de  habitantes recenseados era de 976.  

A heráldica diz respeito à ciência e à arte de descrever brasões. Conheça aqui a descrição do brasão da Freguesia de Santiago do Escoural, da respetiva bandeira.

Símbolos HeráldicosSímbolos Heráldicos
Orago – Santiago 

Ordenação heráldica do brasão e bandeira
Publicada no Diário da República, III Série de 25/08/2001

Armas – Escudo de prata, com um canto negro carregado com a silhueta de uma cabeça de cavalo, de ouro, o canto entre dois sobreiros arrancados de verde e descortiçados de vermelho; em chefe, uma vieira de vermelho. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco, com a legenda a negro : “ SANTIAGO DO ESCOURAL “.

Simbologia
A vieira – Simboliza o orago da freguesia – Santiago.

Os sobreiros – Estas árvores são o símbolo do verdadeiro ex-libris do Alentejo. Por toda a paisagem se podem ver os prolíferos sobreiros cuja bolota (lande, lândia ou landa) é largamente utilizada na alimentação de animais – porcos alentejanos, de uma qualidade de carne inigualável – e de cujos troncos se extrai a apreciada cortiça. Graças a estes sobreiros é que Portugal é um dos maiores produtores de cortiça do mundo.

A cabeça de cavalo – O “canto carregado” com uma cabeça de cavalo, representa uma das gravuras de arte rupestre existente nas grutas do Escoural.

Bandeira
Esquartelada de verde e branco. Cordão e borlas de prata e verde. Haste e lança de ouro.



Morada: Rua António José de Almeida nº35
7050-556 Santiago do Escoural
Tel: 266 857 134

Av. General Humberto Delgado
Telefone: 266 857 178
Unidade  POSTO TERRITORIAL DE ESCOURAL
Rua Magalhães de Lima, 105, 7050-556 Escoural
Telefone: 266857112
Email: ct.evr.dmmn.pecr@gnr.pt

Este texto constitui uma síntese da história do Escoural, desde os mais remotos vestígios de ocupação humana, ocorrida no Período Paleolítico, até ao centenário da sua elevação a vila, ocorrido em 2016.

Leia Mais

Testemunho centro de Documentação do Museu do Aljube Resistência e Liberdade

Leia Mais

"Casquinha, 17 anos, e "Caravela", 57, foram mortos pela GNR numa herdade que fora retirada à cooperativa. Quase quarenta anos depois, no Escoural há mais interrogações do que respostas."

Leia Mais

Nos anos 50, Santiago do Escoural tinha quase 6 mil habitantes. Hoje, tem 1700. A história de um cinema que era sempre casa cheia e hoje está em ruínas, a lembrar que, nesta terra, o tempo das luzes da ribalta acabou. E a história do seu projeccionista, um homem de negócios muito organizado chamado Saragoça... Noticia Jornal Publico 30 de Agosto de 2007

Leia Mais

A proposta aqui trazida à discussão foi elaborada no âmbito de um estágio inserido no Gabinete do Programa do Castelo, promovido pela Câmara Municipal de Montemor-o-Novo. Trata-se do esboço para um programa de intervenção e recuperação do património edificado partindo da legitimação do valor patrimonial do núcleo do antigo Lagar de Azeite - “Lagar do Pomarinho” - sito em Santiago do Escoural. Subjacente a esta formulação surge a proposta de refuncionalização e musealização deste lugar enquanto espaço definido pela sua vida social, integrando a comunidade, o indivíduo, o espaço humanizado e edificado e o campo da memória social.

Leia Mais

A Casa Branca nos Estados Unidos é conhecida por ser a residência oficial do presidente. Em Portugal, a Casa Branca do Escoural é conhecida pela estação de comboios e, antigamente, pelas bifanas.

Leia Mais

Igreja dos séculos XVI e XVII, possui 15 painéis parietais, representando o Apostolado e os lendários santos bispos de Évora: São Mansos, São Jordão e São Brissos.

Leia Mais

Aqui se analisa a passagem de Filipe III por Évora e Montemor-o-Novo, em 1619, e de como esse facto estará interligado à representação da imagem de São Romão na capela-mor de São Brissos, refletindo, a propósito, sobre a importância dessa viagem nos gostos e formulários artísticos locais.

Leia Mais

Embora os fundamentos da igreja paroquial do Escoural datem de 1527, todo o seu carácter gótico / manuelino desapareceu. No início do século XX foi transformada em escola primária e posteriormente em estação de correios e telégrafos, tendo sofrido espoliação total do seu recheio sumptuário, e a modificação da estrutura arquitetónica. Em 1970 o edifício foi restaurado e reabriu ao culto em maio de 1975.

Leia Mais

Antas, cromeleques e menires, construídos entre o VI e o III milénio a. C., são testemunhos de movimentos de natureza social e mágico-religiosa que conhecemos como Megalitismo.

Leia Mais

Neste trabalho, foi feito um balanço do programa de valorização da Gruta do Escoural promovido pela Direção Regional de Cultura do Alentejo, no qual procuravam recordar o passivo deste já longo processo, refletindo sobre os motivos da frustração das expectativas iniciais, e perspetivaram, através de propostas concretas, possíveis vias para colocar este património ao serviço do desenvolvimento local.

Leia Mais

Minas de Ferro de Montemor-o-Novo é a designação usualmente dada à faixa mineralizada situada nas freguesias de S. Mateus, Santiago do Escoural e S. Brissos, no concelho de Montemor-o-Novo,distrito de Évora. Com uma extensão de aproximadamente doze quilómetros, estende-se paralela à Linha do Sul e Sudeste, desde a Herdade da Nogueirinha, a sudeste, até à Herdade da Gamela,a nordeste, compreendendo as concessões: Herdade da Nogueirinha, Herdade da Defesa e da Sala, Herdade da Serrinha, Vale da Arca, Casas Novas, Carvalhal, Herdade do Castelo, Serra dos Monges Nº2, Serra dos Monges Nº1 e Ferrarias -Herdade da Gamela-.

Leia Mais

Escoural, terra dos determinados

É preciso recuar ao ano de 1918 para poder contar uma história verdadeira que se passou nesta nossa terra, daquelas que só nos enche de orgulho e honra de pertencer a esta vila e a esta freguesia.

Leia Mais  

Escoural, terra de um Povo Unido

Há pouco mais de 100 anos atrás, os homens e mulheres que percorriam as ruas desta freguesia fazendo a sua vida, tal como nós hoje fazemos, viviam tempos difíceis.

Leia Mais  

Escoural, terra de coragem

William Faulkner, escritor americano do sec. XX, tem a si atribuída uma expressão que dizia: “Ninguém poderá navegar rumo a novos horizontes até que tenha a coragem de perder de vista a terra firme”.

Leia Mais  

Escoural, terra de empreendedores

Diz o ditado que “a necessidade aguça o engenho”, que o diga Albino Vasques Fadista, um homem que ousou, como bom empreendedor, pensar fora da caixa.

Leia Mais  

O quadro de S. Romão

Leia Mais  

A rica herança pré-histórica da freguesia, torna-a sem sombra de dúvida, um dos sítios mais importantes da Europa, do ponto de vista histórico-arqueológico.

A Estação Arqueológica da Herdade da Sala, no lugar da Fonte Nova, que inclui a Gruta do Escoural, classificada como Monumento Nacional (Decreto nº 45327, de 25 de outubro de 1963) – No atual território português, a Gruta do Escoural, é a única cavidade conhecida, que possui pinturas e gravuras rupestres realizadas no Paleolítico Superior. Aqui se encontram testemunhos da presença de duas espécies humanas distintas, o Homem e Neanderthal e o Homo Sapiens

No exterior da gruta, situa-se um Santuário Rupestre Neolítico e um pequeno povoado Calcolítico. O conjunto arqueológico inclui o Tholos”, monumento funerário de falsa cúpula, classificado como Imóvel de Interesse Público, através da Portaria nº 646/2014. 

Descoberta em 1963, é sinónimo de uma viagem de centenas de milhares de anos, até ao Paleolítico. Das galerias mais afastadas, até ao cimo do outeiro, surgiram ao longo dos milénios, várias civilizações pré-históricas. A mais antiga ocupação humana no Escoural data de há cerca de 50 mil anos. Embora se possam identificar diversos temas na arte rupestre do Escoural, o que predomina são representações de Equídeos e Bovinos. 

No neolítico, esta gruta foi muito utilizada como necrópole funerária tendo os respetivos vestígios (ossadas humanas e espólio votivo associado) sido conservados por espessa camada de calcite.

O Centro Interpretativo da Gruta situa-se no aglomerado urbano do Escoural.

Saiba mais AQUI

A Anta 1 do Carapetal, classificada como Imóvel de Interesse Público pela Portaria nº 749/2014, de 23 de setembro.

A Anta Capela de Nossa Senhora do Livramento, classificada como Imóvel de Interesse Público pelo Decreto nº 41191, de 18 de julho de 1957 – A sua morfologia original foi bastante alterada aquando da sua transformação em capela, no século XVII.

Para além dos valores classificados existem muitos outros elementos patrimoniais, como por exemplo: 

  • Anta 1 do Escoural;
  • Anta da Carvoeira;
  • Anta da Esfola-Caras;
  • Anta da Figueira;
  • Anta da Nogueira;
  • Anta e Menir de Vale de Mós;
  • Anta do Falcão;
  • Anta do Outeiro de São Brissos;
  • Antas e Menires da Malhada;
  • Antas da Rocha;
  • Antas do Olival;
  • Conjunto das Minas da Nogueirinha;
  • Convento de Nossa Senhora do Castelo das Covas de Monfurado, ou dos Monges;
  • Igreja Paroquial de S. Brissos e Igreja Paroquial de Santiago do Escoural;
  • Lagar de Cima (na EM 370);
  • Forno de cal da Malaca;
  • Fonte da Ferrenha;
  • Moinho das Falés;
  • Sepulturas e Casal da Dacoreira, do período Romano;
  • Quinta da Torre do Carvalhal – com solar do séc. XVI;
  • Quinta de Nossa Senhora do Rosário – com ermida do séc. XVI e habitação do séc. XVIII.

A característica da imagem urbana é a presença imponente de chaminés, algumas desproporcionadamente enormes relativamente ao edifício em que se suportam, trazendo outros ritmos aos arruamentos, algumas delas exibindo a sua antiguidade, através da data inscrita e emoldurada por pinturas decorativas.

Com uma elevada ocupação florestal, dominando o sobreiro (Quercus suber) e a azinheira (Quercus rotundifolia), 76,92 % do solo da freguesia está classificado como Espaços Naturais (Revisão do PDM – Estudos de Caracterização), sendo que 48,76 % integram a Rede Natura 2000, Sítio de Importância Comunitária PTCON0031 Monfurado, que se caracteriza por uma grande diversidade de habitats naturais e humanizados, destacando-se a ocorrência de abrigos de grande importância para a preservação de várias comunidades de morcegos com estatuto de proteção Em Perigo, que vivem nas cavidades resultantes da antiga extração de minério (minas dos Monges e da Nogueirinha).

Integra ainda infraestruturas de apoio ao turismo de natureza: uma rede de percursos pedestres e de BTT.

Saiba mais AQUI e AQUI

A Estrada Nacional 2 (N2) é a mais extensa estrada portuguesa, somando 739,26 quilómetros, e a única na Europa que atravessa um país em toda a sua longitude.

Esta via permite descobrir, conhecer e sentir várias regiões do País – 11 distritos e 35 concelhos.

Detentora de características únicas, a Estrada Nacional 2 (N2) constitui-se como um percurso de eleição, repleto de paisagens, gastronomia e de tesouros ainda escondidos, de um outro país. Um retrato da identidade de Portugal.

No concelho de Montemor-o-Novo tem uma extensão de 45 km e na aldeia do Ciborro encontra o Km 500.

Na Freguesia de Santiago do Escoural a N2 tem uma extensão de 17 KM (525-542).


  • Na vila do Escoural (KM 533) pode matar a sua sede na Fonte das Bicas junto da Igreja Paroquial e aprecie as grandes chaminés, outrora usadas na produção de enchidos. Pode visitar o Centro Interpretativo da Gruta do Escoural e a Gruta do Escoural (Monumento Nacional).
  • No regresso da Gruta do Escoural, pode fazer um pequeno desvio e seguir até à Anta-Capela de N. Sra. do Livramento pela estrada Municipal 1079 na aldeia de São Brissos.
  • Regresse à EN2 e tome o caminho em direção a Casa Branca, povoação que se desenvolveu a partir de meados do século XIX como residência de ferroviários, fazendo ligação a Lisboa, Beja e Évora. 
Locais onde pode carimbar o seu Passaporte:
Km 533 - Montemor-o-Novo (Santiago do Escoural) - Bomba de combustível ESCOUCOMB
Km 533 - Montemor-o-Novo (Santiago do Escoural) - Junta de Freguesia
Km 533 - Montemor-o-Novo (Santiago do Escoural) - Restaurante “Rabino’s”
Km 533 - Montemor-o-Novo (Santiago do Escoural) - Restaurante “Tasquinha Ai-Ai"
Km 533 - Montemor-o-Novo (Santiago do Escoural) - Restaurante “O Cholinha"

Saiba mais AQUI




Tabela  Geral  de  Taxas  da  Freguesia  de  Santiago  do Escoural, aprovada pela Assembleia de Freguesia de Santiago de Escoural, na sua sessão de 17 de dezembro de 2014.

Aviso (extrato) n.º 559/2015 Regulamento da Tabela Geral de Taxas da Freguesia de Santiago do Escoural 

  • Praça da República nº1, 7050-556 Santiago do Escoural
  • NIF: 501210636

*
*
*